25 de janeiro de 2006

Maio





Uma pequena ilha que dista apenas 8 minutos de avião da capital. Um pedaço de terra paradisíaco, um mar azul intenso.
A ilha do Maio, é uma pequena vila e umas quantas aldeias encantadoras de arquitectura ainda colonial. Casas baixas, coloridas, pessoas humildes e uma sensação de morabeza que é comum a estes lugares mais modestos, onde os forasteiros são sempre bem recebidos.

Ficou-me na memória um bonito por do sol...

1 comentário:

Frankenstein da Silva disse...

Maio, Junho, Julho, Agosto... Não importam as ilhas. O que importa é que cheguem essas imagens, acompanhadas sempre por notícias fresquinhas. Queremos mais!!!!
Saudades.